in Comportamento

O que fazer para encontrar o timing certo e aumentar a taxa de conversão do seu email marketing? Confira dicas imperdíveis para identificar o horário ideal para enviar email e melhorar a performance das suas campanhas.

Fique por dentro da rotina do seu público-alvo

Entender como é o dia a dia do seu comprador ideal é essencial. Ele trabalha fora, em horário comercial? Qual é o seu estilo de vida e de trabalho? Médicos, professores e vendedores, por exemplo, passam grande parte do dia sem a possibilidade de checar emails. Já secretárias, administradores e gestores passam boa parte do horário comercial diante dos seus computadores, com acesso à internet.

Mensagem pessoal ou de trabalho

Se você vende produtos que dizem respeito a uma rotina profissional (como artigos de escritório, por exemplo), evite enviar seu email marketing em períodos de descanso e lazer como à noite e aos finais de semana: a chance deles irem parar no lixo é enorme quando são abertos fora do local e horário de trabalho. Por outro lado, se sua mensagem for de teor muito pessoal – ofertas de lingeries, por exemplo –, ela pode ser inadequada para ser acessada no ambiente de trabalho, e acaba se perdendo quando chega à caixa de entrada no meio do expediente.

Detecte o perfil de seus clientes

Segmentar o mailing é a solução, crie grupos diferentes de acordo com os perfis de cada um. Conheça os gostos, desgostos e preferências de cada parcela de seu público-alvo, assim fica muito mais fácil direcionar com mais assertividade seus disparos de email marketing. Dessa maneira, os emails que são enviados entram de acordo com o interesse de cada um, aumentando a taxa de abertura e também o engajamento do contato com sua marca.

Testes A/B

Com sua lista em mãos, faça testes A/B! Experimente mandar a mesma mensagem em horários diferentes para diferentes grupos e veja quais são os resultados. Repetindo essa fórmula, você poderá, em pouco tempo, descobrir o que funciona melhor para o seu público. Os testes A/B podem ser usados em várias outras situações, inclusive para testar quais linhas de assunto chamam a atenção dos contatos no horário de trabalho ou na hora de lazer, por exemplo.
De tempos em tempos, faça novas pesquisas e segmente novamente sua base, se for necessário, porque o cenário pode mudar.

Otimize seus testes e não erre o timing de suas campanhas:

  • Das 6h às 10h manhã, muitas pessoas têm o costume de gastar seu tempo lendo emails, por isso a taxa de cliques e abertura é muito boa e o horário é recomendado;
  • Das 15h às 17h é comum uma queda no ritmo de trabalho, e o email costuma funcionar como distração para os colaboradores;
  • Das 17h às 19h, no final do horário regular de trabalho costumam funcionar melhor os envios para empresas B2B (empresas que vendem para outras empresas), por mais incrível que pareça!
  • Já entre 19h e 22h é o horário ideal para envios direcionados ao consumidor final, em empresas que trabalham com o modelo B2C (empresas que vendem para pessoas);
  • Sábado – horário regular: é uma das maiores oportunidades para produtos de uso pessoal. As taxas de abertura e cliques chegam a ser mais altas que qualquer horário durante a semana. Mas é também o dia da semana em que há mais mensagens reportadas como spam. O que isto quer dizer? Que você deve ser muito relevante ao enviar mensagens aos sábados.
  • Domingo – horário ruim: nem todo mundo acessa emails aos domingos e as mensagens acabam caindo na primeira faixa da segunda-feira, onde há pouca visualização e várias mensagens acabam sendo ignoradas ou nem lidas. Melhor evitar.

A melhor frequência para envio de emails varia entre uma e quatro vezes por mês;

Que tal colocar as dicas em prática e ajustar o timing do seu email marketing?